13/03/2014

More Than a Thousand + Bury Tomorrow + Cosmogon @ República da Música, 28 Fev 2014


Quem imaginou que a rua da do Centro Cultural iria estar às moscas em dia de concerto de Sepultura na capital estava redondamente enganado. A fila de espera estendia-se até ao final da rua e quem esperava temia não conseguir entrar. O que provou que há espaço para todos em noite de grandes concertos.

A banda de abertura já aquecia bem o ambiente e a fila de espera não fazia intenção de desaparecer. A afluência resultou em casa cheia.

Cosmogon, estreantes nos palcos portugueses (mas não em tocar juntamente com os cabeça de cartaz da noite), não decepcionaram e a adesão do público foi tão positiva que no final do espectáculo esgotaram as demos que tinham para oferecer ao público interessado. O álbum? Ainda em processo de lançamento, apesar de que já se deslumbram novidades acerca de Chaos Magum para 14 deste mês na página de facebook da banda bem como a premix: Angry Tank. Banda Luxemburguesa mas multi-nacional na sua formação, aposta no Death e Doom Metal com uma batida bem forte e uma boa carga eléctrica e de voz. Conquistaram fãs e promessas de regresso.

Os ingleses Bury Tomorrow já conhecedores do público que os esperava deram tudo e tudo receberam. A recepção foi brutal e os stage dives sucederam-se bem como o acompanhamento do público na maior parte das músicas. A banda jogava em casa e tirou partido disso, a sintonia com o público era total. Runes é o seu último trabalho, lançado este ano, e Lionheart ( do segundo álbum – The Union of Crowns, de 2012) foi um dos temas que levaram a sala ao rubro. Os seus 8 anos de existência contam com 3 álbuns, faltando aqui referir o primeiro: Portraits de 2009. Mal o público sentiu que a banda da noite estava prestes a entrar em palco o frenesim e o regresso à frente da sala fez-se sentir.

Aos primeiros acordes a público vibrou e a partir daí More Than a Thousand sentiram o carinho e um “é bom estar aqui de novo” solto por Vasco Ramos fez com que o concerto fosse frenético com mosh pits e stage dives sem conta. Uma grande celebração e arranque da digressão europeia para a apresentação do seu último trabalho – Vol 5. Lost at Home. Mas o público tinha a lição bem estudada e acompanhou a banda praticamente durante todo o espectáculo, sendo I am the Archor e Make Friends and Enemys amostra dos muitos picos da noite. A temperatura esteve sempre elevada com também o elevado reconhecimento entre banda e público, sendo a sintonia total e muitas demonstrações de carinho e simpatia. Vasco Ramos agradecia e correspondia aos avanços da plateia o que tornou aquela noite PERFEITA.



Setlists:

Bury Tomorrow
1. Lion Heart
2. An Honourable Reign
3. Knight Life
4. You & I
5. Man on Fire
6. Royal Blood

  More Than a Thousand
1. Fight Your Demons
2. I Am the Archor
3. Its Alive (How I Made a Monster)
4. First Bite
5. We Wrote a Song About You
6. Feed the Caskets
7. Heist
8. Lost at Home
9. Nothing But Mistakes
10. Black Hearts
11. Midnight Calls
12. In Loving Memory (Life Flashes)
13. Roadsick
14. Make Friends and Enemys
15. No Bad Blood















Texto: Liliana Dias
Fotos: Gentilmente cedidas por Igor Ferreira Photography  (https://www.facebook.com/IgorFerreiraPhotography)

### DESTAQUE ESPECIAL NA EMISSÃO DESTA SEMANA NO PROGRAMA "TWISTED LI"###



Veja também: