26/07/2017

[Made in Portugal] AFFÄIRE lançam novo disco, Neon Gods





Depois do lançamento do single Shotgun Marriage em Abril passado, como anunciámos, agora é a vez do lançamento em formato físico do EP de onde o tema foi retirado, o Neon Gods.

17/07/2017

WOODROCK FESTIVAL 2017 apresenta o horário dos concertos na Praia de Quiaios!


















Arranca hoje dia 22 de Julho 2017, o Festival com uma praia cheia de rock, na Figueira da Foz!

Deixamos aqui os horários das bandas, para que não percas os concertos!
Mais info sobre como chegar, transportes, camping e tudo o que precisas no FB do evento 
Foste convidado!

HOJE- Mão Morta, Vodun,BALA, Her Name Was Fire , Mr. Mojo
Abertura de bilheteira-13 horas
Abertura de Portas-21 Horas
Inicio dos concertos-22 horas.
Bilhete diario-14 euros


Não faltes! 

11/07/2017

[Report] Anthrax e Mindtaker 5 de Julho em Corroios: a noite que ninguém vai esquecer!

(c) Jorge Pereira / Loudness Magazine
Vinte sete anos depois de se estrearem em Portugal, no mítico pavilhão do Dramático de Cascais, e um ano depois de cancelarem a atuação no VOA Fest 2016, os eternos Anthrax retornavam a território nacional, desta feita para uma atuação no Cine Teatro de Corroios, com um ainda fresco álbum “For All Kings” para apresentar.

29/06/2017

Miss Lava com novo EP. Conhece aqui "Dominant Rush"


Um ano após o lançamento do álbum Sonic Debris, reconhecido pela imprensa nacional e internacional como um dos discos do ano, os stoners lisboetas editam o EP Dominant Rush numa edição especial em vinil e digital em parceria com a editora Raging Planet.

23/06/2017

[Report] Mastodon e Black Peaks @ Sala Tejo Meo Arena, Lisboa


Apenas 15 anos separam o lançamento de Remission do mais recente Emperor of Sand. Pelo meio contamos outros cinco álbuns sempre aplaudidos pela crítica como pelos fãs: será que já podemos afirmar os Mastodon com um dos grandes nomes da história da música pesada?
Na Sala Tejo do Meo Arena, em Lisboa, encontrámos a resposta.

22/06/2017

[Report] H.I.M. "Farewell Tour" com Kandia, no Hard Club (Porto)

Se pensam que, por termos ido assistir a um concerto de love metal, vamos apresentar um artigo lamechas, enganam-se: esta é uma reportagem sobre a noite de sábado, 17 de junho, quando o Hard Club esgotou para receber os HIM, acompanhados por Kandia, num dia em que as temperaturas subiram anormalmente, criando uma atmosfera quase irrespirável, quando todos, portugueses e finlandeses, aguentámos (e adorámos) três horas impróprias para fraquinhos, até porque esses, como vimos mais tarde, tiveram que sair. O love metal não é mesmo para todos.

Terror Empire: nova música “Times of War” revelada

Os thrashers portugueses Terror Empire acabam de lançar uma nova música retirado do próximo disco a ser lançado em breve, “Obscurity Rising”´, segundo álbum da banda que sucede assim a  “The Empire Strikes Black”, lançado em 2015.

Gravado nos Golden Jack Studios em Coimbra, também foi misturado e masterizado pelo baterista da banda, João Dourado.

[Report] Hatebreed, For The Glory, Black Bomb.A e Terror Empire no Cine Teatro de Corroios

No passado domingo, 11 de Junho, os Hatebreed voltaram a fazer-se ouvir e o público português não lhes foi indiferente. Pelo contrário: destruíram tudo.

07/06/2017

[Report] SLAYER e RASGO na noite em que o Coliseu de Lisboa (quase) vinha abaixo

(c) Alexandre Paixão para musicfest.pt
 Lisboa foi atacada e demolida pelo peso esmagador dos Slayer. Sem muitas palavras, os históricos norte-americanos provaram o porquê de serem uma das bandas mais unânimes do universo da música pesada.

Foi no mítico Coliseu dos Recreios que os thrashers de Los Angeles finalmente regressaram ao nosso país com estatuto de headliner. O público português compareceu em massa e encheu o recinto que deve ter estado bem próximo de esgotar a lotação.

06/06/2017

[Report] LÂMINA: apresentação do álbum de estreia "Lilith" no Sabotage Club


A cena nacional de Sludge/doom/stoner metal pincelada com laivos psicadélicos sofre um crescendo de projetos e qualidade, músicos que resistem a tendências e pontapeiam os rótulos, misturando num caldeirão, influências e estilos que libertam um feitiço sonoro que rompe o trajeto das fórmulas fáceis. Nada do que fazem é fácil, não se procura os momentos “catchy”, os ritmos de absorção instantânea, todas a composição é complexa, os sentimentos que provocam originam longas reflexões interiores, numa viagem sensorial que afastará os menos disponíveis.

Veja também: