21/09/2015

[Report] Legacy of Cynthia e Stonerust @ Stairway Club, Cascais

Sábado 19 de Setembro, dia com diversos eventos musicais marcados. Entre eles o espaço Stairway Club em Cascais apresentava um cartaz com Legacy of Cynthia e Stonerust. Certamente um evento que prometia…
A chegada ao local à hora marcada mostrava já, ainda no exterior, um grande aglomerado pouco habitual de pessoas e uma boa disposição contagiante. Óptimos sinais para que uma noite corra bem, tanto para o ambiente como para as bandas que desde cedo começaram a sentir um apoio caloroso, mesmo antes de subirem ao palco.

Aos primeiros acordes Stonerust (banda de Cascais, formada em 2010 ) já tinham uma plateia bem composta. A união destes amigos vindos de diversas áreas musicais deu origem a um stoner-thrash-metal carregado de power, riffs poderosos e uma voz marcante do vocalista que encara o público com um olhar frontal.
 
Entre 2011 e 2012 gravaram dois EP´s "Stonerust" e “Higher Hope Gone”, estando agora a preparar a saída do seu primeiro álbum. Nesta noite pudemos ouvir uma das malhas novas, a “Suicide Girl”. 
Também esta teve o apoio incondicional da quente plateia. Em “Men & Pigs” houve lugar à habitual máscara suína, a ser usada por Bruno Vale (vocalista), e um público a cantar em uníssono com a banda.
Setlist: Intro+Something+Sangue Seco, Deep Emptiness, Higher Hope Gone, From Yesterday, Suicide Girl, Sujo, Praise of Anger, Black Stone, Men & Pig, Nothing Left Inside


Finalizada a possante actuação dos Stonerust, tempo de amena cavaqueira numa casa alegre e com sede de música, enquanto tudo era preparado para receber a próxima banda.
Minutos depois uma voz familiar e única ecoava na sala… O vocalista de Legacy of Cynthia na sua atitude sempre surpreendente fazia a “intro” não no palco, mas sim na cabine do DJ. A sua “twisted voice” reuniu novamente todas as atenções do público para que se desse então o início da actuação da banda de Sintra.
Formados em 2010, o seu metal alternativo/progressivo têm ecoado em vários palcos, sempre marcado por uma sonoridade pesada aliada a uma carga melódica e sentida, envolvida numa postura teatral por parte do vocalista e de uma visível entrega total da banda. Aliás, é notório o crescimento, a todos os níveis, de concerto para concerto.




Depois do álbum ““Renaissance” lançado em 2014, estão agora a preparar o novo trabalho que deverá sair no próximo ano. Nesta noite pudemos ouvir três malhas novas que deixam prever um álbum poderoso a caminho!
Finda a suposta música de encerramento (“Lygophilic”) o público pedia por mais…e mais uma música teve. “Doryan´s Portrayed”, já bem familiar, veio encerrar este evento.


Setlist: Intro, Animals, Tale of the Scarecrow, “Nova 1”, The End of Days, “Nova 3”, Seven Sins, Legophilic, Doryan´s Portrayed

Ao som do DJ a festa continuou e o convívio não parou. Que venham mais eventos destes impregnados de qualidade! E não deixem de apoiar o que com tanto mérito se faz por cá e por vezes com tão pouco reconhecimento…Até à próxima!! 




Texto (e vídeos): Inês Matos
Fotos: Igor Ferreira (todas as fotos aqui) 

Veja também: