19/11/2014

[Report] Warm Up Moita Metal Fest

Enquanto não chega Março de 2015, fomos brindados com um Warm Up do Moita Metal Fest no passado dia 8 de Novembro, no In Live Caffe, na Moita.
Uma noite bem programada e publicitada, que conseguiu juntar metal, rock e punk. As bandas presentes, todas elas nacionais, já são bem conhecidas no meio e partilham de algum público em comum. Foram elas: Switchtense, Viralata, Primal Attack, The Quartet of Woah e Jackie D. Com excepção desta última banda, as restantes já haviam pisado o palco do Moita Metal Fest.

Podemos dizer que ficámos surpreendidos com tanta afluência desde o início da noite pois, mesmo tendo já este festival um peso tão grande no panorama musical, nesse mesmo dia decorriam outros festivais e concertos que deixaram muitas pessoas na dúvida sobre a qual deles ir. Os que decidiram ir ao Warm up do Moita Metal Fest ficaram de certeza felizes pela sua escolha. A casa esteve sempre cheia, animada e recheada de excelentes actuações destas cinco bandas, que se entregaram totalmente numa sinergia com um público quente.
Esta viagem musical começou com Jackie D. A banda de rock, composta por elementos dos Grankapo, Custom Circus e Barafunda Total, explica o nome como sendo “Um personagem que podia ser qualquer um de nós, ou os nossos pensamentos mais secretos. E como nós, já lutou, já se divertiu, já sofreu, já teve os seus bons momentos e já teve também as suas desilusões. Ultrapassou tudo isso e tem agora a sua forma de viver e as suas opiniões sobre a vida”. Embora com casa já composta, notava-se que o público ainda estava a aquecer.
Seguiu-se a banda que desde 2010 tem percorrido vários palcos presenteando-os com o seu rock psicadélico e progressivo, ao qual juntam nuances de stoner e desert rock. Os The Quartet of Woah , com a sua energia em forma de quarteto harmonioso, envolverem o público que se foi soltando e entregou-se ao seu ritmo.

É então que que os Primal Attack, como seria de esperar por quem já os viu, vieram pôr tudo a mexer (e a cantar!). Esta recente banda (2012) de Thrash/Groove Metal tem-se mostrado muito coesa e recebido críticas muito positivas desde o lançamento, em 2013, do seu álbum de estreia “Humans”. Donos de uma energia notável, agitaram o público e foram muito comunicativos. Tiveram a participação habitual de Hugo dos Switchtense em 'Despise You All', que culminou com toda a gente presente a cantar e a “moshar”.

O punk rock é trazido de seguida pelos Viralata, banda formada em 2010, por quatro amigos que fazem música pela paixão. Isso nota-se pelas suas actuações, donos de posturas cheias de energia, divertidas e contagiantes. Não deixam ninguém imune com as suas abordagens aos problemas sociais com bastante humor e sarcasmo. Terminaram com a música “E vai um copo” a pedido unânime do público.

Os cabeça de cartaz e também banda mais antiga do evento (datam de 2002) , os Switchtense, eram esperados ansiosamente por todo o público. Banda de Thrash/Groove Metal, já plenamente conhecida no panorama musical onde ocupa um lugar de peso.
Com muitas produções e inúmeros concertos dados nota-se uma grande evolução contínua da banda, quer a nível técnico, quer a nível de composição. Começaram a sua actuação com um “hino” que se via escrito em várias t-shirts do público “Face Off”. Muito “mosh” e emoções se desenrolaram, assim como as habituais críticas sociais por parte do vocalista Hugo. Muito aplaudido e acarinhado foi também António, o novo baterista da banda. O público estava mais do que rendido, do início ao fim.

Nota muito positiva a este “cheirinho” do que nos esperará na próxima edição do Moita Metal Fest. O único problema é….esperar até Março!.
Iremos acompanhar todo o desenvolvimento da organização do evento e vamos manter-vos a par. Para já as bandas confirmadas são: Onslaught, Bizarra Locomotiva, Grog, Switchtense, Iberia, Web, Miss Lava, Wako, Terror Empire, Albert Fish, Karnak Seti, Crossed Fire, Destroyers of All, Analepsy e Borderlands.
Temos todos encontro marcado, até lá!!
 

Texto e Fotos: Inês Matos

Veja também: